vidaslife seguidoras

domingo, 26 de setembro de 2010

SAUDADES

Saudades!
saudades da infância
de quando ainda criança
brincava de roda casinha e queimada,
ficava de papo nas rodinhas da calçada.
Saudades!
saudades da inocência das brincadeiras.
Do beijo, abraço aperto de mão,
das ilusões criadas desde então.
Saudades!
Saudades do cheiro do campo,
da grama molhada,
do andar descalça sobre a calçada,
de correr nas enxurradas em dia de chuva
e ficar encharcada sem pensar no amanhã.
Saudades!...

Autora: Roseli























2 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

A saudade da infância está sempre presente em nossos corações,lindo mesmo,gosto muito de ler você,beijos

Poemas Tecidos disse...

Bonito poema. A melhor idade é a infância e sempre será.

Um abraço.